Bora desacelerar?

A gente começa o ano de 2019 com uma proposta bem diferente – quase um desafio!

A gente começa o ano de 2019 com uma proposta bem diferente – quase um desafio!

Nessa era, em que quase toda nossa vida acontece pela tela de um celular/tablet/computador, a Cravo&Canela te convida a desconectar um pouquinho do mundo virtual para se autoconhecer e viver novas experiências.

A ideia é entrar em sintonia com seu corpo, mente e emoções. Experimentando, vivendo, conhecendo e fazendo na VIDA REAL.

Para te ajudar a dar o start nesse projeto, sugerimos a criação de uma listinha de resoluções (daquelas que fazemos no réveillon, sabe?), com todas as coisas que você gostaria de fazer, mas não faz por falta de tempo, dinheiro ou organização. Lembrando que tudo entra nessa lista: desde encontrar aquela amiga que você não vê há tempos, até fazer aquela viagem dos sonhos para fora do país.

Caso esteja difícil começar a rabiscar sua lista, o #NAREAL te dá algumas ideias aqui:

 

Em resumo, nossa ideia é um convite para a VIDA, que cá entre nós, vale a pena ser VIVIDA!

 

- Gostou do post? Então deixe seu like no coraçãozinho abaixo!

- Acompanhe nosso Instagram e confira as dicas que deixamos por lá!



1
#SETOCA – Conheça seu corpo e previna o câncer de mama
#NAREAL_comportamento - 13.10.2017

#SETOCA – Conheça seu corpo e previna o câncer de mama

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre mulheres no Brasil e no mundo, respondendo por cerca de 28% dos novos casos a cada ano.
leia todo o conteúdo >
Carnadicas – Seu guia para aproveitar a folia
#NAREAL_Comportamento - 14.02.2020

Carnadicas – Seu guia para aproveitar a folia

Seja na festa com os amigos, bloquinho de rua, praia ou qualquer outro rolê, preparamos um guia especial para você ir preparada para a folia e curtir muito. Vem ver <3
leia todo o conteúdo >
Você já deixou de fazer algo por ser mulher?
#NAREAL_comportamento - 20.10.2017

Você já deixou de fazer algo por ser mulher?

Não há uma mulher neste mundo que não deixou de fazer algo pelo simples fato de ser mulher.  | Por Maira Medeiros
leia todo o conteúdo >