O destino que eu escolhi pra mim

Quando eu tinha quinze anos eu jurava que sabia das coisas. Minhas certezas esbarravam nas linhas das fronteiras de Leopoldina, a pequena cidade que nasci lá no interior de Minas Gerais. Naquela época a timidez não me deixava ser, então eu comecei a imaginar. | Por Bruna Vieira

Quando eu tinha quinze anos eu jurava que sabia das coisas. Minhas certezas esbarravam nas linhas das fronteiras de Leopoldina, a pequena cidade que nasci lá no interior de Minas Gerais. Naquela época a timidez não me deixava ser, então eu comecei a imaginar. Foi assim que nasceu o Depois Dos Quinze. Um espaço na internet que eu podia chamar de meu. Nosso. Os anos se passaram e o blog me abriu portas, me mostrou novos horizontes e me lançou de ponta cabeça para o resto do mundo. Escrevi livros, viajei para vários países, fiz amigos, realizei sonhos meus e da minha família, quebrei a cara uma porção de vezes e num belo dia me vi frente a frente com a maior realidade da vida adulta: o tempo passa cada vez mais rápido.

A parte boa de compartilhar experiências com o resto do mundo é que eu quase nunca me sinto sozinha. Mesmo quando sonhos mudam de direção. Todas as minhas melhores e piores fases acabaram fazendo parte da vida de muitas garotas por aí. Esse vínculo, sinceramente, é o meu maior tesouro. Sinto que tenho uma conexão com as minhas leitoras e isso me permite ser sempre honesta sobre quem eu sou, o que eu quero pra minha vida e o que me faz feliz. Vamos seguindo juntas e descobrindo onde a próxima esquina da vida vai dar.

San Francisco.

Quando contei que iria passar metade do resto da minha vida em outro país algumas meninas estranharam, não entenderam a decisão de construir uma casa e depois arrumar as malas, mas acho que com o tempo elas se deram conta de que nada é mais importante do que a nossa própria felicidade. O resto dá um jeitinho de fazer funcionar, certo?! 

O amor sempre foi o meu maior guia.

Por aqui passo boa parte do meu tempo lendo, fotografando, escrevendo ou buscando inspiração para o meu próximo livro. Amo observar a cidade e as pessoas ao meu redor. É como se todos os filmes que assisti durante a minha infância estivessem acontecendo ali bem diante dos meus olhos.

Posso confessar uma coisa? Isso me faz querer testar coisas novas todos os dias. Deixei o cabelo crescer natural pela primeira vez desde a minha adolescência (é transição capilar que chama, né?! :P), comecei a usar roupas que eu jurava que não combinavam comigo (vestido midi? mom jeans? oi?) e encontrei o equilíbrio na minha alimentação (tchau dietas malucas da internet!). Uma coisa de cada vez. Cada pequeno desafio me ajudou a entender que eu não preciso colocar tanta pressão assim na melhor fase da minha vida. 

O que me faz especial é nunca perder essa tal sensibilidade.

Todos os dias alguém comenta que eu mudei muito nesses últimos meses, mas a verdade é que eu continuo a mesma Bruna de sempre. A diferença é que agora eu sei que eu não sei de todas as coisas do mundo. 

Vamos tentar descobrir juntas? :)

Foto: Bruna veste coturno em glitter, Cravo&Canela. 

- Deixe seu like no coraçãozinho abaixo! 

- Compartilhe nas suas redes e inspire seus amigos. 



1
Cravo&Canela + Agora Que Sou Rica
#NAREAL_moda - 22.09.2017

Cravo&Canela + Agora Que Sou Rica

Em parceria com Jana Rosa, criadora da marca Agora que sou Rica, a Cravo&Canela apresenta uma linha exclusiva de calçados e acessórios em camurça.
leia todo o conteúdo >
Experimentando e descobrindo a moda
#NAREAL_moda - 10.11.2017

Experimentando e descobrindo a moda

A moda pode ser criatividade e expressão da nossa individualidade. Para mim, que sou supertímida, é mais uma das maneiras de me comunicar e compartilhar minhas ideias sem necessariamente usar as palavras. | Por Flávia Desgranges
leia todo o conteúdo >
10 dicas de presentes comfy para o Natal
#NAREAL_moda - 05.12.2018

10 dicas de presentes comfy para o Natal

Uma seleção caprichada de calçados confortáveis e superdescolados para presentear quem você ama. 
leia todo o conteúdo >